Data

28 Mai 2020



Fonte

Porto.





Partilhar
Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter



Gestores hospitalares e Câmara fizeram balanço sobre funcionamento do Hospital de Campanha

A estrutura montada no Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota foi importante para garantir um melhor atendimento aos doentes mais graves de COVID-19 nos dois hospitais públicos de combate à doença durante a fase aguda. Câmara ainda não desmontou estrutura e só fará nova avaliação a 15 de junho.

Estas são as principais conclusões de um encontro que hoje teve lugar entre quatro administradores dos hospitais de São João e Santo António, o presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos e o presidente da Câmara do Porto, que decorreu na Casa do Roseiral, nos jardins do Palácio de Cristal. As quatro entidades envolvidas na montagem e gestão da estrutura, que contou ainda com o apoio de muitas outras e com os donativos de muitos portugueses, fizeram um balanço positivo da colaboração estreita que mantiveram durante o período mais crítico da pandemia no Porto.

O hospital esteve ativo cerca de um mês, recebeu doentes COVID-19 oriundos dos dois hospitais e também de lares rastreados no âmbito de um programa de separação de positivos e negativos lançado pela autarquia, e deverá apresentar contas sustentáveis, com despesas que se estima não venham a ultrapassar o valor angariado.

 

Poderá consultar a notícia completa no seguinte endereço.