Data

06 Mai 2020



Fonte

Jornal de Notícias





Partilhar
Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter



Covid-19 já suspendeu 57 ensaios clínicos

Com a interrupção no recrutamento de participantes, várias centenas de doentes terão perdido oportunidade de acesso à inovação terapêutica.

A suspensão da investigação clínica é mais um dano colateral da covid-19. Desde o final de janeiro, data em que a Organização Mundial de Saúde declarou a infeção causada pelo novo coronavírus como uma emergência de saúde pública internacional, o Infarmed foi notificado da suspensão do recrutamento de voluntários para 57 ensaios clínicos. São várias centenas de doentes, muitos deles oncológicos, que terão perdido a oportunidade de aceder a uma terapêutica inovadora. Muitas vezes, a última esperança.

A 15 de abril, o Infarmed introduziu medidas excecionais para a realização de ensaios clínicos no período de risco para a saúde pública, que permitem ao promotor/ investigador interromper ensaios em curso para garantir a segurança dos participantes, ou suspender o recrutamento de voluntários por falta de condições e risco acrescido de infeção para os doentes a recrutar.

Ao JN, o Infarmed referiu que não foi notificado de qualquer interrupção de tratamento em ensaio clínico a decorrer em Portugal neste período. Já as notificações para suspensões de recrutamento foram 57, "não sendo possível antever o número de doentes que poderiam ser recrutados neste período", acrescenta a Autoridade do Medicamento.

 

Poderá consultar a notícia completa no seguinte endereço.