Data

13 Jun 2020



Fonte

SRNOM





Partilhar
Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter



Ciclo de eventos - Cultura em Quarentena

Em tempos de distanciamento social, a Cultura serve para nos unir.

Entre Junho e Julho a SRNOM apresenta a partir das suas instalações quatro sessões culturais, com transmissão exclusiva via streaming, através do link https://www.youtube.com/watch?v=sJk891Gi8co&feature=youtu.be

Assim se faz cultura em tempos de quarentena!

Este ciclo tem início a 13 de junho (sábado), pelas 22h00, com Carlos Azevedo e Miguel Ângelo

Esta dupla é formada por dois dos mais influentes músicos de Jazz da atualidade nacional. Carlos Azevedo, virtuoso pianista, destaca-se igualmente no cenário musical pela carreira de compositor, movimentando-se nos universos da música clássica e do jazz. Tem ainda sido um importante protagonista na formação de músicos. Por sua vez, Miguel Ângelo, contrabaixista de formação, surge como músico inovador, capaz de conciliar a sua origem musical de rock com as orientações do Jazz. Nos últimos anos tem trabalhado junto de músicos de relevo nacional e internacional.

 

Sessões seguintes:

27 de Junho (22h) – José Valente

Compositor e violetista, apresenta elevado destaque nacional e internacional. Nos últimos anos arrecadou diversos prémios, sendo o único português detentor do título The Hannah S. and Samuel A. Cohn Memorial Foundation Endowed Fellowship, recebido após realizar residência artística na Djerassi Residency Artists Program, na Califórnia, EUA. Foi solista no Carnegie Hall e participa frequentemente em projectos multidisciplinares com vários artistas da cena contemporânea portuguesa e internacional. Compôs “Passaporte” para viola d’arco solo, uma encomenda Antena 2 / RTP para a 32ª Edição do Prémio Jovens Músicos. Recebeu uma residência artística do Centro Internacional de Música e Dança do Mundo Ibérico – Musibéria para gravar o seu novo disco “Serpente Infinita” que estreou no Ciclo de Concertos Solilóquios. “Serpente Infinita” recebeu recentemente 5/5 estrelas por Rui Eduardo Paes, foi disco do ano 2018 pela revista Jazz.pt e está a ser apresentada nas diversas salas nacionais e internacionais.

11 de Julho (22h) – Rui de Noronha de Ozorio

Poeta, actor e encenador faz da Poesia a sua forma de vida. Nos últimos anos tem-se destacado pela forma como aborda e sente a Poesia, transportando na sua voz os sentimentos únicos da palavra e do verso. Criador de “O Resto é letra – Companhia de artistas” apresenta nesta sessão inédita poesia escrita em momentos de quarentena.

25 de Julho (22h) – Vitor Sousa e Cristina Silva

Músico natural do porto, licenciou-se em Canto na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto. Associadamente concluiu o 8º grau de piano pela Associated Board of the Royal Schools of Music e o mestrado em performance. Desenvolve importante carreira docente na área do canto, formação musical e piano.

Atualmente constitui o Coro Casa da Música e é uma presença assídua em alguns dos mais importantes Festivais de Música nacionais e internacionais. Cristina Silva, soprano, foi aluna de Vítor Sousa com o qual aperfeiçoou a técnica de canto. A sua qualidade valeu-lhe o convite para ingressar o projecto que ambos integram, Vítor Blue.