Data

19 Nov 2018



Fonte

TSF





Partilhar
Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter



Ministra da Saúde falta a juramento de Hipócrates. Ordem dos Médicos indignada

Marta Temido não marcou presença na cerimónia de juramento dos novos médicos, no Porto. Ordem dos Médicos acusa ministra de mostrar

Não esteve presente, mas acabou por receber grande parte das atenções em dia juramento de Hipócrates, no Porto. A ministra da Saúde, Marta Temido, não compareceu nem se fez representar na cerimónia de juramento de 550 novos médicos.

A situação mereceu as críticas da Ordem dos Médicos. Em declarações à TSF, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, afirmou que, ao não marcar presença na cerimónia, a ministra está a "desprezar os profissionais".

Na cerimónia do juramento, Miguel Guimarães fez questão uma carta aberta à ministra, aconselhando Marta Temido a fazer alguns turnos com médicos internos, de modo a poder entender o que significa o trabalho de um clínico.

"É importante que a ministra da Saúde possa fazer um turno com os médicos, perceber o que acontece enquanto os médicos estão a trabalhar num hospital", disse à TSF. "As dificuldades que têm com os sistemas informáticos, as dificuldades que têm por terem vários doentes ao mesmo tempo,... São coisas que só percebemos se estivermos lá."

Já António Araújo, presidente da secção Norte da Ordem dos Médicos afirmou que a ausência de Marta Temido revela desinteresse pelos jovens médicos e frisou que os clínicos já não têm paciência para mais um Ministério da Saúde que venha adiar a solução dos problemas que afetam o Serviço Nacional de Saúde e a saúde dos portugueses. António Araújo avisou ainda a ministra de que "esconder-se não a tornará imune à crítica e à responsabilidade". 

 

Poderá consultar a notícia completa no seguinte endereço.