Data

14 Set 2018



Fonte

SRNOM





Partilhar
Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter



Ciclo de Conferências | Às Sextas na Ordem - 14.Setembro às 18h30

“A Medicina face ao Transhumanismo”

O CRNOM convida para a primeira sessão do Ciclo de conferências “Às Sextas na Ordem”, hoje (14 de Setembro) às 18h30 teremos como convidado o Senhor Professor Cândido Agra para uma palestra sobre “A Medicina face ao Transhumanismo”.

O Transumanismo tem como potencial objetivo a utilização da Ciência para alterar características físicas e mentais do ser humano, não para tratar doenças mas sim para melhorar determinadas performances, através da engenharia genética e biomédica. No entanto, a transposição de certos limites poderá levantar questões éticas importantes.

Convidamos os colegas a estarem presentes nesta sessão, para em conjunto refletirmos sobre estas tendências atuais, potencialmente atentatórias da dignidade humana e deixamos aqui uma breve nota curricular do nosso convidado - Professor CÂNDIDO DA AGRA:

1. Professor Catedrático Emérito da universidade do Porto e Professor Catedrático na Faculdade de Direito da Universidade Lusíada do Porto, onde leciona, entre outras disciplinas, Psicopatologia Criminal e Criminologia Clínica.
2. Depois de estudos filosóficos e teológicos, dedicou-se na Universidade de Lovaina a investigações interdisciplinares entre a Psiquiatria, o Direito e a Justiça Penal, numa perspetiva histórica e epistemológica. Tais estudos conduziram ao grau de Mestre e Doutor pela referida universidade belga. É ainda Doutor em Saúde Mental pela Universidade do Porto. Nesta última Universidade fez provas de agregação sobre Ética e Ciências do Comportamento Desviante e Normativo. Desenvolveu estudos na Universidade do Porto, designadamente sobre drogas e delinquência numa perspetiva de prevenção e de saúde pública. Foi nomeado por António Guterres como membro da comissão que definiu uma nova política relativamente a este fenómeno: mudança de uma política criminal para uma política de saúde pública (descriminalização das drogas).
3. Sobre estas matérias, desde 1991 foi professor convidado da Universidade de Montreal- Canadá, onde lecionou, entre outras disciplinas, Droga e Questões Criminais. Sobre estas matérias, tem dado inúmeras conferências, quer em Portugal, quer na Europa.
4. Foi membro fundador da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, tendo desempenhado, por vários mandatos, o cargo de diretor desta unidade orgânica, tendo também aqui fundado a Escola de Criminologia.
5. Foi convidado pela anterior Ministra da Justiça francesa e pelo Fórum Europeu de Segurança para dar parecer sobre a relação entre a investigação científica e as políticas criminais versus políticas de saúde pública.
6. Faz parte de vários consórcios científicos internacionais e de revistas científicas (por exemplo, “Drogue, Santé, Societé”)
7. Desenvolve, atualmente, investigações teóricas sobre a ciência, direito e sistemas de vida, numa perspetiva histórica e filosófica.

Contamos consigo!