Data

28 Out 2016



Fonte

ALERT Life Sciences Computing, S.A.





Partilhar
Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter



Criado método inovador que facilita diagnóstico de tumores

Estudo do Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde de Coimbra

Investigadores do Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde de Coimbra desenvolveram um método inovador que facilita o diagnóstico de tumores através de Tomografia por Emissão de Positrões.

Francisco Alves, docente na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, explicou à agência Lusa que a técnica desenvolvida consiste na produção "de Gálio-68 em alvos líquidos, de uma forma mais simples do que a clássica, com vantagens económicas".

"Com este método vai ser possível produzir o Gálio-68 de forma mais simples e possibilitar que esteja mais acessível aos pacientes e ao Serviço Nacional de Saúde, porque economicamente é muito mais barato", sublinhou o coordenador da investigação.

O Gálio-68 é um dos radioisótopos utilizado na marcação de radiofármacos de crescente relevância para o diagnóstico de tumores neuroendócrinos e da próstata, através da Tomografia por Emissão de Positrões.

Francisco Alves referiu que, o método está "completamente estabelecido e as moléculas também. Só estamos à espera que o método seja aprovado pelo Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde para ser usado em humanos, o que está na iminência”.

De acordo com o investigador, foi também efetuado um pedido à Agência Europeia do Medicamento, pelo que a nova técnica deverá, em breve, estar disponível para ser usada.

Até ao final do ano deverá estar também registada a patente do método, cujo processo se encontra a decorrer.

O avanço científico da equipa liderada por Francisco Alves foi premiado com o IBA Award, que premeia anualmente um trabalho científico na área da produção de radioisótopos, à margem do congresso da Sociedade Europeia de Medicina Nuclear (EANM), que decorreu recentemente em Barcelona.